Serviço Social



Serviço Social
Já que o tratamento humanizado é uma das grandes metas do Hospital, é preciso oferecer todas as condições para que os pacientes sintam que estão recebendo um atendimento completo.
O assistente social é responsável por atuar diretamente com a família dos pacientes. É um trabalho de acolhimento que faz toda diferença para quem está passando por um momento difícil.
A assistencia social atua em todas as áreas do Hospital: Pronto Atendimento, Centro de Terapia Intensiva, Assistência.
Além de prestar todo o apoio, a assistente social também trabalha conscientizando os pacientes e familiares sobre as rotinas e normas do Hospital.

Rotina de trabalho:
Sabemos que a doença desestrutura não só o físico, mas emocionalmente o paciente e sua família, portanto o Assistente social atua como elo entre estes e a instituição/equipe multidisciplinar e a comunidade.
O assistente social com suas habilidades técnicas incentiva-os a verbalizar dúvidas existentes junto aos profissionais que os assistem, a fim de detectar problemas ou dificuldades, visando atenuar, minimizar as intercorrências no decorrer do tratamento.
O objetivo principal desta rotina é contribuir para o bom atendimento aos doentes, fomentar a humanização dos serviços, promover a eficácia e qualidade e, reforçar a acessibilidade. Além de melhorar o canal de comunicação entre os setores, possibilitando “nivelar” as necessidades e expectativas dos pacientes e funcionários e, conseqüentemente, um trabalho mais articulado visando o melhor atendimento ao nosso paciente.

Missão
Prestar assistência social aos clientes externo e interno do hospital, em uma abordagem educativa, respeitando os princípios técnicos e éticos da profissão.

Visão
Ser referência, a nível de excelência, em Serviço Social, dentre as instituições de saúde.

O que é?
Serviço Social no campo da saúde caracteriza-se como um processo educativo que visa despertar no paciente a sua consciência crítica, incentivando a busca de alternativas de solução para o problema apresentado, num exercício de cidadania.

O que faz?
Atendimento a pacientes e familiares:

Prestar assistência social aos pacientes, estabelecendo plano de intervenção;
Desenvolver o acompanhamento do paciente com problemas sociais que estejam interferindo em seu tratamento de saúde;
Incentivar o paciente a participar de seu tratamento de saúde;
Refletir com a família sobre a importância de sua participação e apoio no tratamento de saúde do paciente;
Estimular, implantar e executar o trabalho educativo com grupos de pacientes e/ou familiares;
Orientar a população usuária em relação aos recursos da comunidade (INSS, Conselho Tutelar, Estatuto do idoso etc..);
Manter contato com organizações institucionais/sociais, convênios, tendo em vista maiores esclarecimentos aos pacientes sobre os serviços disponíveis, bem como facilitar o acesso do mesmo;
Participar de grupo multidisciplinar, visando o atendimento do paciente compreendendo-o como um sujeito bio-psico-social, dentro de uma visão global e integrada do ser humano, promovendo-lhe a saúde e melhoria da qualidade de vida;
Desenvolver orientação social: Visando o acesso da população a procedimentos, normas e rotinas e informações do hospital facilitando ou amenizando o processo difícil e muitas vezes traumático que é o de estar internado, ou ser familiar de alguém que está em atendimento hospitalar.
Acompanhar o paciente cuja problemática social necessite de orientação e intervenção do serviço social.

Prestar suporte emocional ao paciente e seus familiares;
- Refletir com o familiar sobre a importância da sua participação e apoio no tratamento de saúde do paciente;
- Mobilizar recursos (quando necessário) para agilizar a saída do paciente após alta hospitalar;
- Participar junto com os demais membros da equipe de saúde dos avisos de óbito de pacientes, prestando apoio e orientações aos familiares;
- Executar  rotinas e providências referentes ao trabalho do S. Social (contatos telefônicos com familiares de pacientes, visitas aos leitos,  esclarecimento quanto à assinatura do termo de responsabilidade de alta a pedido);
- Transferência de pacientes para outro hospital

Responsabilidade Social:
Planejar/ executar projetos e programas de caráter sócio-educativo e preventivo a comunidade;
Fiscalizar as ações de responsabilidade social afim de que se cumpra dentro das normas embelecidas.
Buscar e realizar parcerias com organizações governamentais e não governamentais para as realizações de suas ações sociais;
Promover campanhas educativo-preventivas e informativas;

Publico Interno:
Prestar suporte emocional ao colaborador;
Encaminhar quando necessário aos serviços da comunidade (INSS, programas sociais governamentais e não governamentais)
Acompanhar o colaborador cuja problemática social necessite de intervenção social.

Como se faz o atendimento do Serviço Social?
Para pacientes internados
O profissional de Serviço Social, que atua na assistência, desenvolve várias atividades de intervenção social. As mais freqüentes são:
Reflexão sistemática sobre o processo de adoecimento e formas objetivas (direitos) e subjetivas (dor, sofrimento) para enfrentamento deste processo;
Orientação para alta;
Avaliação e autorização para permanência de acompanhantes junto aos pacientes, bem como a entrada de crianças menor de 12 anos;
Se houver necessidade de localizar familiares que não se encontrem no hospital, ou que esteja com endereço incompleto.
Viabilização de recursos para o paciente, principalmente quando o convênio não cobre;
Facilitar a acessibilidade à informação e aos serviços do hospital.
 

“Assistente social é o profissional que tem em mente o bem-estar coletivo e a integração do indivíduo na sociedade. Sua atuação é muito ampla: o assistente social estará onde for necessário, orientando, planejando e promovendo uma vida mais saudável - em todos os sentidos.”

Assistente Social : Nise Siqueira (CRESS-PA 3646)
Localização: 2º andar do Hospital Guadalupe
Horário de atendimento: 2ª a 6ª Manhã: 08:00 ás 14:00
                                           

Serviços on-line



Usuário:
Senha: